Psicanálise Clínica

Ementa
Ementa Curso de formação em Psicanálise

Ampliar os conhecimentos adquiridos nas diversas áreas das ciências humanas e sociais, saúde, educação e religião, através de processos de relacionamentos terapêuticos com repercussões psicosociais.

Público
Destina-se ao público formado por profissionais de diversas áreas, GRADUADOS EM CURSO SUPERIOR interessados na Psicanálise.

Apresentação
A psicanálise, conforme dizia Freud, “é a profissão de pessoas leigas que curam almas, que não necessitam ser médicos e que não devem ser sacerdotes”.

Ela ocupa-se dos distúrbios psíquicos originados no inconsciente. Seu propósito é descobrir, no inconsciente dos seres humanos, as necessidades, complexos, traumas e tudo o mais que perturbe o psiquismo, trazendo-os à tona da consciência, a fim de removê-los e possibilitar, assim, o equilíbrio emocional do indivíduo.

A psicanálise requer do interessado a ser psicanalista sólida formação humanística, de acordo com o pensamento de Freud: “Se tivéssemos que fundar uma faculdade analítica, aí ensinaríamos certamente matérias que a escola de medicina também ensina: ao lado da ‘psicologia profunda’, a do inconsciente que continuaria sempre a peça de resistência, seria preciso ensinar, numa escala tão larga quanto possível, a ciência da vida sexual, familiarizando os alunos com os quadros clínicos da psiquiatria. Por outro lado, o ensino analítico abrangeria também ramos bastante estranhos ao médico e dos quais ele não entrevê nem mesmo a sombra no exercício de sua profissão: a história da civilização, a mitologia, a psicologia das religiões, a história e a crítica literária. Se o analista não for bem orientado em todos esses terrenos permanece desamparado diante de um grande número de fenômenos que se lhe oferecem”.

Tradicionalmente, a formação psicanalítica vem sendo ministrada em institutos particulares, por meio de aulas, seminários, debates e análises didáticas, em regime de ensino livre, com duração variável conforme a organização a que o instituto ou o curso se vincule.

Institucional
O NEPP (Núcleo de Estudos e Pesquisas em Psicanálise), com sede em Belo Horizonte – MG, é uma associação fundada em 02 de setembro de 1999, regida por um estatuto aprovado por Assembléia Geral, sem vinculação político-partidária ou religiosa, sem distinção de raça, cor, sexo ou nacionalidade, constituído por psicanalistas clínicos voltados para o estudo contínuo da psicanálise

Tem como filosofia: o estudo contínuo da Psicanálise, para promover o desenvolvimento e a aplicação da Psicanálise criada por Sigmund Freud, com o caráter interdisciplinar e multidisciplinar, por acreditar na conexão da psicanálise com as demais áreas do saber, contribuindo com o exercício de demais profissões.

O NEPP tem como meta:

– Transmitir e divulgar a psicanálise em sua singularidade de acordo com seus fundamentos epistemológicos.
– Habilitar profissionais para a área psicanalítica, estimulando a união entre seus membros no sentido de adquirir, desenvolver, difundir e aplicar os conhecimentos psicanalíticos.
– Levar à reflexão dos ensinamentos para a divulgação do saber psicanalítico através de suas práticas, pesquisas e extensão;
– Formar psicanalistas aptos à inserção e à participação efetivas na sociedade, seja profissionalmente ou por meio da colaboração factual enquanto seres sociais;
– Incentivar e estimular a pesquisa e a investigação científica e proporcionar recursos teóricos e metodológicos que permitam a produção de trabalhos científicos psicanalíticos.

Conteúdos
– Romance Familiar.
– História da Loucura.
– Teoria I – Projeto.
– Teoria II – I Tópica.
– Teoria III – II Tópica.
– Psicanálise e Sociologia .
– Teoria IV – Mecanismo de Defesa.
– Psicanálise e Antropologia (Totem e Tabu)
– Relações Objetais I.
– Relações Objetais II.
– Teoria V – Sintoma, Inibição e Ansiedade.
– Teoria do Instinto I.
– Teoria do Instinto II.
– Sonhos I.
– Sonhos II.
– Teoria VI – Complexo de Édipo.
– Clínica Psicanalítica.
– Técnicas I.
– Técnicas II.
– Seminário 27.
– Seminário 30.
– Seminário 31.
– Clínica da Psicose.
– Ética Psicanalítica.

Cronograma
Seminários Científicos: 01 (uma) vez por mês às

Sextas-feiras;

Sábados.

Grupos de Estudo: 01 (uma) vez por semana (em um dia da semana especificado pela turma).

Grade curricular
Duração do curso de Teoria Psicanalítica (não dá direito a clínica): 24 (vinte e quatro) meses;

Seminários Obrigatórios: 24 (vinte e quatro) seminários de 8 (oito) horas cada = 192 (cento e noventa e duas) hs;

Grupos de Estudos: 116 (cento e dezesseis) encontros de 3 (três) horas cada = 348 (trezentas e quarenta e oito) hs;

Total do Curso de Formação Psicanalítica: 540 (quinhentas e quarenta) horas;

É Obrigatório para a Formação do Psicanalista Clínico:

Análise didática: entre 36 (trinta e seis) a 60 meses, varia de acordo com o proponente a psicanalista. Cada hora analítica de 50 (cinqüenta minutos), sendo que no mínimo deve ser feito uma sessão semanal.

Metodologia
A transmissão é feita apoiada nos seguintes elementos essenciais:
Seminários teóricos: percorrem-se as obras freudianas;
Seminários clínicos: busca-se transmitir e desenvolver a escuta analítica durante as discussões grupais de casos clínicos trazidos pelos alunos;
Supervisão Individual: (obrigatória para o exercício de psicanalista clínico) ao longo da formação, acompanhamento
individual do trabalho clínico por um supervisor;
Análise pessoal: obrigatória para o exercício de psicanalista clínico;
Análise didática: obrigatória para o exercício de psicanalista clínico;
Incentiva-se, também, a participação ativa nos encontros e trabalhos científicos realizados pelo NEPP.
No decorrer do curso acontecem semanalmente os grupos de estudos, com o objetivo de aprofundar nos conteúdos programáticos, com a leitura das obras de Freud e análise de filmes e casos.

Corpo Docente
– Sérgio Costa
– Edison Hélio Santana
– Irani Araújo
– Maria do Carmo Tavares
– Maria José Fernandes

Objetivos
Promover a atualização de conhecimento no campo da psicanálise, a formação profissional e incremento da pesquisa.

Pretende-se transmitir a psicanálise em sua singularidade. Preocupa-se em formar psicanalistas, desenvolvendo a escuta psicanalítica apoiada na transferência, além de contemplar o sujeito e suas novas organizações patológicas associadas às demandas que estão ligadas ao mundo contemporâneo.

Objetivos Específicos

Fornecer informações sobre os fundamentos epistemológicos da psicanálise.

Levar à reflexão destes fundamentos integrada à prática profissional.

Oportunizar o exercício da pesquisa a partir desta reflexão.

Proporcionar recursos teórico-metodológicos que permitam a produção de trabalhos científicos psicanalíticos.

Copyright © 2017 NEPP – Núcleo de Estudos e Pesquisas em Psicanálise